O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, MISÓGINO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

terça-feira, 29 de abril de 2014

ASSIM NA TERRA COMO NO CÉU



Queridíssimos fiéis heroicos leitores, povo em geral! Leitoras, leitoas, leitões, porcos e javalis, fadas, bruxas e bruxos, vapéricos alquimistas, profetas, curiosos, tenebrosos sionistas agentes terroristas, aliens, gentes "normais" e gentes "anormais", transeuntes. Túmulos caiados... Leitores vivos e mortos. Sinto muito ter que informa-los que "este mundo" já acabou faz bom tempo... Galera, olha essa. Um trambolho celestial tá vindo aí, em nossa direção, visível a olho nu já no fim deste 2013. Tamus no 14 e ninguém sabe o que vem lá? Será o "bonde" do tal de dono da boca? Vai formatar o HD da raulseixada e da paulocoelhada mundial? Rapeize... La vem a rural planetária outra vez? Per aí! Holly shit! Santa merda! A Terra haarpa, tremebunda, fede e racha; e dão bananas aos macacos, alheios? Apitos, bananas, miçangas e espelhos, nova ordem mundial goela abaixo, outra vez? 






















"Desde donde estás, Che, bendícenos a todos nosotros los que
comulgamos en tus ideales y tus esperanzas. Bendice también a los que se
cansaron, se aburguesaron o hicieron de la lucha una profesión en su
propio beneficio. Bendice a los que tienen vergüenza de confesarse de
izquierda y de declararse socialistas. Bendice a los dirigentes políticos que,
una vez destituidos de sus cargos, nunca más visitaron una favela ni
apoyaron una movilización. Bendice a las mujeres que, en casa,
descubrieron que sus compañeros eran lo contrario de lo que ostentaban
fuera, y también a los hombres que luchan por vencer el machismo que los
domina. Bendícenos a todos nosotros los que, ante tanta miseria que siega
vidas humanas, sabemos que no nos queda otra vocación más que la de
convertir corazones y mentes, revolucionar sociedades y continentes.
Sobre todo bendícenos para que, todos los días, estemos motivados por
grandes sentimientos de amor, de modo que podamos recoger el fruto del
hombre y la mujer nuevos.

Láureas vem, láureas vão... Não há escravo mais escravo do que aquele que se acredita livre dentro deste sistema imposto milenarmente pela velhíssima escravagista "nova" ordem mundial.


Papas vem... Papas vão... Não se deixe iludir, pare de cooperar com o sistema que te oprime e escraviza.



quinta-feira, 24 de abril de 2014

Estou criando a seção "VALE A PENA REPETIR".


Há muito mais entre o Céu e a nossa Terra de "aliens" e cegos e surdos mudos ruminantes. 

piscina das ilusões do olho que nada vê
Sendo assim, não podemos desistir agora. Jamais! Nunca desistir, pois quem desiste não existe. Ou seja, deixa de existir. Estou voltando aos pincéis e às tintas, telas, e quem sabe às esculturas... É uma ameaça!? 
Antão!... Segue ao tenebroso maremoto do mar de mentiras do infinito escravagismo de espíritos, corações e mentes mais uma garrafa com informações libertadoras transcendentais. Copiei e colei um trecho do texto da fonte desta informação para não dizer com minhas palavras o que o autor do blogue já diz tão bem ou melhor do que eu diria.

Antão!? Aquilo que "chamamos" de FÉ é um esforço da mente para incorporar a compreensão do que devemos chamar de CERTEZA. O ESPÍRITO SABE, TEM CERTEZA, mas, a mente egoica duvida, complica, tergiversa, medra, quer "comprovações científicas", precisa "ver, "entender". 

O espírito, esta sabotada frequência de onda sofisticadíssima, não duvida, sabe, compreende "a priori" a certeza que chamamos de "fé". 

Fé é uma formatação imposta pelo sistema escravista no intento de manter-nos na ignorância e no medo da certeza de que o "sentimento" é o que o espírito possui de melhor por sua própria essência "imaterial", é invisível aos olhos e demais sentidos ditos materiais nessa unidade prisional que nos cativa terrenalmente. A mente teme ser isso uma perigosa inverdade.

Duvidar das verdades impostas pelo sistema é o desfio das almas embarcadas, aqui experimentando esta existência. Para onde NÃO querem que olhemos? Isto faz muita diferença quando precisamos de clareza de idéias para ver e compreender. Quem está conscientemente conectado na Fonte, ao GRANDE ESPÍRITO que a tudo permeia, une e faz fluir, transcender, tem certeza, não precisa de "ter" fé. 

"ELE" não julga nem pune, é Amor Incondicional. DÁ, CRIA infinitamente. Ele é o Todo e o Tudo que chamam de "o Deus". Jamais diremos "Se Deus quiser" se "o Deus" dentro de nós É a certeza de que "o Deus" sempre quer criar o que queiramos, seja do bem e do mal ou do bom e do mau, infinitamente. "Batei, pedi e dar-se-vos-a." 

Melhor sempre querer o que seja bom e bem para o Amor Incondicional do NOSSO Universo Infinito Em Expansão. Nós somos o Deus. Nós somos o Universo Divino em Expansão Criando Infinitamente. Mais que isso ainda não sei dizer nem explicar. Essas coisas só se veem bem com o "Coração" do Espírito. Esforçai-vos por faxinar, esvaziai as vossas taças... E TUDO lhes será revelado. É o que dizem...

ATENÇÂO! Copiar e colar não é preguiça de escrever, é a necessidade de faxinar o meu ego já nada competidor ainda com aqueles encardidos blogueiros cacoetes dos desvãos do "eu sou o primeiro a informar o que ninguém sabe ainda". Então... perveita bem mais essa grata repetição da já antiga e escondida informação do nosso querido super Gregg Braden. 

Vou criar, ou melhor, estou criando a seção "VALE A PENA REPETIR". Né bão também? Melhor que aquele "vale a pena ver de novo" do no nada do labirinto da tele deusa onipresente. Perveitemo... (Este texto abaixo que copiei e colei veio DAQUI sou grato ao autor do texto e do blogue)
... "Eu já estou farto de tanta mentira e de ver tantas pessoas a cair nessa mesma mentira! As coisas podiam ser tão simples, bastava que pelo menos 51% das pessoas em todo o Mundo deixassem de acreditar nas mentiras da elite cabal que continua a querer manter tudo como está, ou seja, ADN aprisionado, bloqueado, adormecido com o vírus do medo implementado no ADN que mantém a Humanidade presa aos instintos primitivos e irracionais de sobrevivência! É só isso que lhes interessa, manter o vírus no código genético da Humanidade, um vírus que não permite que todo o Potencial Humano se manifeste em todo o seu esplendor! E para isso usam somente uma única coisa: MEDO!!!
Por toda a internet proliferam vídeos e blogs a condenar a triple helix do ADN, movimentos e grupos de fanáticos falsos religiosos, gajos normalmente velhos gordos e feios, que se dizem religiosos quando são apenas falsos profetas e servos do poder que querem manter tudo como está, ciclo após ciclo!
“DGS estuda hipótese de tornar vacinas obrigatórias” – Fonte Diáro de Notícias
Vacinação Obrigatória. Objectivo: Bloquear a Evolução Genética Humana, impedir a activação da cadeia tripla do ADN! The Tripple Helix DNA. Mais informações importantes sobre este assuntoaqui, aqui e aqui.

Inté! Toda PAZ e toda LUZ! O Home vem vindo aí? Ninguém sabe o que vem lá... "Fé in deus e pé na táuba! Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato.

domingo, 20 de abril de 2014

Pois é, meus amigos... Sinto muito; a páscoa é muito pior do que imaginamos.


"O mais curioso é que pessoas tão distantes no tempo e espaço, como Tolkien, xamãs africanos, americanos e europeus, J.J Benitez, Van Ellam, Bob Dean e muitos outros, tenham tido "sonhos" tão semelhantes... ou seja, vão todos dar ao mesmo por histórias diferentes e por outras palavras. Se não fosse isso, eu até poderia pensar que tudo isto é desinformação. Impossível." 
Palavras que faço minhas, vindas de Fada do Bosque.
do livro "Espártaco", de Howard Fast.
_ ... a pura verdade. E agora dizem que Espártaco nunca existiu. Ah! existo eu? Existis vós? Existem ou não existem seis mil quatrocentos e setenta e dois cadáveres pendurados em crucifixos daqui a Cápua, ao longo da Via Apia? Existem ou não existem? Se existem! E permiti que lhes faça uma pergunta, meus jovens senhores: por que tantos? Um símbolo de punição é um simbolo de punição. Mas, por que seis mil quatrocentos e setenta e dois?

Pois é, meus caros amigos, trago aqui uma pequena amostra do que chamamos de o desagradável repetitivo infinito. "Verdade nunca fica velha ou fora de moda." Ou fica? Ou sempre foi velha e nunca esteve em moda? Pregar no deserto, falar para surdos, cegos e mudos por absoluta desinteressada estupidificação escravista sempre acaba no "show busines" das infindáveis fogueiras.

Como dizem, com seus silêncios, os escravos ao serviço do "sistema", a que servem com estupida satisfação e prazer luxuriante; "nós não queremos ser salvos, estamos felizes com este nada egoico medíocre com que nos comemos como "divinizadas" criaturas, sequestradas e abusadas, neste deitado MUNDO em esplendido infinito labirinto do nada de religiões políticas chamada "História da Humanidade".

Inumana e desumana escassez controlada de tudo e principalmente da divina inteligencia amorosa para as guerras lucrativas infinitas, em holocaustos permanentes, demência congênita de corações, mentes e almas. Casa grande e senzala com depopulação planetária para a eternidade. Fede! Mas está tão quentinho, né mermo? Vejam se  estou certo, exagero ou estou mermo completamente errado. E não deixem de assistir os vídeos abaixo antes de me crucificar na via Apia da repetência das informações que não querem que vocês saibam.


Muitas vezes pensei em desistir... Ainda penso em fazer o silencio de uma vez por todas. Quanta inutilidade? Até mesmo abandonar o bendito "blogue" amanagé e estas inócuas garrafas postagens me parecem uma outra bendita internética admirável inutilidade, afinal, é por aqui que também vou medito/faxinando enquanto messo a distancia entre nós e a porta estreita que vai se fechando cada vez mais pra lá da velocidade da luz. Em verdade falamos e escrevemos para nós mermos, uma espécie de narcisismo sado masoquismo do ego iluminado ainda por faxinar mais severa/mente. 

O jogo segue... Copa do mundo? Copas dos mundos? Hein? Cê num disconfia di nada? Inté agora? Ah! A Inglaterra... Tá vindo aí a mais inacreditável de todas as copas desse mundo. Perveita. Pão e circo. E relho! Sigamos o jogo mermo já sabendo do resultado final dessas cartas marcadas. Vivamos para ver. Futurologia? Não, quem precisa disso diante da escancarada verdade. Alegrai-vos! Olhos de ver, ouvidos de ouvir, boca de falar. O resto é pura covarde hipocrisia. Lixo processado se passando por gente. Sinto muito, me perdoem, vos amo, sou grato.

As vacas e seus adoradores foram pro brejo da casa grande e senzala faz tempo, ruminando, ruminando, ruminando lixo, faz tempo... Ruminando, ruminando, ruminando, ruminando, ruminando, ruminando, ruminando, ruminando, ruminando...

Inté! Se é que haverá um ou algum até... né mermo? Num qué tomá um cafezim antes de saí? Outra pinga? Vacina? A prosa tá boa... Sai já não. Pito? Bolim di quejo?

Esta foto veio daqui








Só pra variar
Um beijim pro'cês!

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Ao amigo Ernesto no "santo" feriadão da repetição infinita (ATUALIZADO).




Taí porque nem adianta o infinito repetir... Eles não deixam mais ninguém em paz... Nazisionismo é isso aí. 
Ô corja! Leia mais sobre estas manobras aqui.







Repetindo... Bonecos de ventríloquo... Repetindo... Cabelos brancos... Ernesto... No Santo AGORA infinito nada é cedo ou é tarde. É ou não é? Desejo que você goste das do Ray Charles... Com aquele aldíssimo abraço, inté, dispois nóis proseia mais. Vorte sempre. Curte o som do home.

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Irritando Gaia enquanto falo com Ernesto




AOS 60 ANOS DE UMA EQUAÇÃO DESVENDADA

Agora são  67 anos Ernesto. Desde antes de 2009, e a partir dele são, oficialmente, 1132 garrafas ao mar de certeiras descobertas e mensagens... O Titanic está afundando!? Ou não? Poucos leem e menos ainda entendem o que leem... Preferem o desabrigo das valsas e boleros  da nossa ignorância.

Santa Gaia
Está aí, a velha New World Order e seus múltiplos corpos tatuados de dor, cujas tatuagens são um diabólico eufemismo para uma escravagista ideologia conspiratória milenar (infinita?). Pronta para uso, sempre. Perenidade. Lavou tá nova. É ou não é Che Espártaco Guevara? 

Nazi sionistas travestem-se religiosamente com outras ilusórias mensagens forma e pomposos títulos do mais do mesmo que muito agradam polvos, lulas e mariscos colados nos doutores rochedos do ostracismo tomando porradas de maremotos em textos de luxuriosa mesmice erudita. É de lascar o coco e desfolhar o coqueiro. Mas, gostam de apanhar...

Só de Brasil são 500 anos de tatuado gangsterismo e mesmíssima escravidão em sua robustíssima religiosa maçonaria de casa grande e senzala fantasiada para inglês ver. Pão, circo e relho. E tatuagens... É só olhar para as favelas do mundo todo. "Comunidades" é o nome para as senzalas em atualizados tatuados campos de concentração no lixão da humanidade do pleno século XXI. Tatuados milongueiros Papa gaios em áureas gaiolas... Constroem caríssimos estádios de futebol para futuras instalações prisionais das uniformizadas massas tatuadas de manobráveis insurretos e boçalizados torcedores.

Papas clonados, e seus leigos eletrônicos "eleitos" papagaios mudos, rezam missas macabras enquanto torturam e sacrificam aos deuses tatuadores, velhos, moços e crianças nos labirintos das antropofágicas muitas subterrâneas inacreditáveis ÁREAS 51. 

Durante os últimos 50 anos, nesta Gaia, para não digitar outra vez os 67, vivi dentro do mesmo adoecedor infinito campo de forças e vibrações negativas das idéias doutrinadas como “absolutamente naturais” sobre os fatalismos "genéticos" da existência. O que recebemos de nossos pais gerações após gerações.

Viu admirável Belchior, faça outra música extraterrena porque já não somos os mesmos e nem vivemos mais como nossos pais. 

Santa Gaia! Valei-nos. Estamos piores, muito piores, cada vez mais muito piores... Com açúcar e com (des)afeto e ou a ferro e fogo. "Que(m) time é o teu?" Estamos todos marcados para morrer, tatuados...

"É uma consciência de suas qualidades que faz de um objeto ou de uma idéia o que são ou parecem ser." 

Uma infinidade de conceitos em memórias e programas escravagistas cripto grafados e ou explícitos como esse "yes we can", "liberdade", "ame ou deixe-o'.

Livre arbítrio, poder de decisão em (in)verdades inabaláveis físicas, químicas e metafísicas, nos são retransmitidas geração após geração. E jamais, em hipótese alguma, contestadas.

As infindáveis fogueiras humanas enfumaçam a Luz que nos iluminaria a saída deste labirinto prisional de nossas abusadas almas, corpos, corações e mentes.

Para fora dos portões da casa grande "O Brasil é de todos!" 

A GLOBALIZADA ESCASSEZ PLANEJADA DE TUDO é uma descarada realidade ainda que invisível aos descrentes e idiotizados. As religiões e a política que nos escarnecem, se encarregam muito bem da petrificação, em nossas ingênuas almas, destes determinismos “invisibilizados” ditos "divinos" pelas ferozes robóticas e cínicas “autoridades” e “especialistas” de plantão. 

Nós e nossos pais, sempre ocupados em sobreviver ao torturante ter que ter para vir a ser, mesmo os de berço esplendido, em algum modo doentio, estamos pre/ocupadíssimos em como não perder “nossos” prometidos pelo deus(es), privilégios e benesses. Migalhas que nos caem das mesas fartas. De tudo. Cometem-se até muitos inenarráveis crimes por e para isso mesmo...

Chipados em celulares e infinitos cartões de crédito dos cartões de crédito. Biológica/mente e midiótica/mente nivelados por baixo, por baixíssimo, perante as “lei dos home" e dos seus deuses canibais, todos nós, somos “iguais”. Aqui embaixo. É aí que aparece um estranho desigual ser conhecido pela alcunha de “Depende do QI”, vindo do majestoso céu das leis das casas grandes, e chuta o nosso balde e o pau da nossa infernal barraca amorosa... Sem dó nem piedade, agente, nóis, não temos alma, é o que eles dizem e repetem.

Controle populacional das propositalmente inutilizadas bocas inúteis. Vacinações em massa das crianças inúteis bocas... Inutilizadas desde o berçário fratricida.

Somos ou não somos? 


P.s.: Já são pra lá de 27 e ninguém tá nem aí. Enquanto o dia do Irã (e o nosso brasileiro) não chega, eles vão enchendo as Américas Latrinas, e outras paragens mundo afora, de equipadíssimas bases militares, dantescas derradeiras eficientes lixeiras copas do mundo e olimpíadas. 

Administram a escassez controlada de tudo, com exceção das armas e das guerras de extermínio em massa, perguntemos aos belicistas, americanos, aos russos, aos chineses, ou aos etc. e tal se para isso algum dia lhes falta o dinheiro.

Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato! Faxinas hasta la vitoria, siempre! Sou um visionário. Eu sei, já disse isso né? Fico repetindo? Mesmo assim, repito, leiam o texto abaixo, mesmo eu sendo um idiota não acreditando em Papas nem Papai Noel, muito menos no propagandeado "(anti)natural" aquecimento global. Faxinas hasta la vitoria, siempre! Os deuses estão loucos e nos enlouqueceram.

Até agora não falaram com o cientista Lovelock sobre o HAARP? Ô gente difirço sô!
"Irritando profundamente estudiosos de biologia e neodarwinistas 
Se você digitar "gaia" e "religion" no Google, vai obter 2,36 milhões de páginas - praticantes dewicca, viajantes espirituais, massagistas e curandeiros sexuais, todos inspirados pela visão de Lovelock a respeito do planeta. Mas se você perguntar a ele sobre cultos pagãos, ele responde com uma careta: não tem interesse na espiritualidade desmiolada nem na religião organizada, principalmente quando coloca a existência humana acima de tudo o mais. Em Oxford, certa vez ele se levantou e repreendeu Madre Teresa por pedir à platéia que cuidasse dos pobres e "deixasse que Deus tomasse conta da Terra".
Como Lovelock explicou a ela, "se nós, as pessoas, não respeitarmos a Terra e não tomarmos conta dela, podemos ter certeza de que ela, no papel de Gaia, vai tomar conta de nós e, se necessário for, vai nos eliminar". Gaia oferece uma visão cheia de esperança a respeito de como o mundo funciona. Afinal de contas, se a Terra é mais do que uma simples pedra que gira ao redor do Sol, se é um superorganismo que pode evoluir, isso significa que existe certa quantidade de perdão embutida em nosso mundo - e essa é uma conclusão que vai irritar profundamente estudiosos de biologia e neodarwinistas de absolutamente todas as origens. (Fonte)


sexta-feira, 11 de abril de 2014

Até sempre é igual a infinito.


Até sempre é igual a infinito. Então... segue o jogo. 

40 anos jogados na lata do lixo da história da (des)humanidade ou duas ou três gerações abusadas e castradas quase até a alma e muitos mesmos Papas depois chegamos ao mais da mesma perene genocida casa grande e senzala. Você não consegue enxergar isso?

Perceber, compreender e faxinar severamente o programa "jogos de memórias escravagistas" que está milenarmente sabotando nossas conscientes existências é a nossa única saída desse antropofágico labirinto do nada onde nos aprisionam e que agora vão transformando na Guantánamo global.


O SISTEMA É PSICOPÁTICO, ESCRAVAGISTA, ALIENÍGENA, INUMANO, PEDÓFILO, ANTROPOFÁGICO & CORRUPTO POR NATUREZA. SÃO DIABÓLICOS. Mas, você não consegue ver isso né mermo? 

É a duríssima, trágica e inegável milenar verdade esfregada na nossa cara dia e noite. Você ainda não consegue ver isso né? Tá chapado na televisão. Vou repetir pra ver se pega no tranco: "TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA GLOBAL. Nada, religião alguma, lei alguma, substituirá a responsabilidade 100% dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Nunca desliguemos nossos detectores de mentiras. Mestre não é o que ensina a ver o invisível aos olhos, é o que não perde a capacidade de compreender as invisíveis presenças...

E a Michelle Obama? Não crê nisso? Travesti? Há "sete meses" estou preso no túnel do tempo do Blogger/Google rol... Você também não vê isso? Tô maluco total? Alzheimer? Vai chamar a carrocinha?


Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato. 
A vaca tá atolada afundando no brejo e você continua não vendo isso? Que se dane a vaca? Qué vê a copa primero? 
Lembrei da estória do deputado que reclamou com o outro que ele estava batendo uma no prego e outra na ferradura. Então "o outro" deputado respondeu; "É que vossa excelência não para de mexer a pata!"

Pode tomá seu cafezin e sair tranquilo pitando sua páia pruque o cachorro feroz que tava preso morreu... Bão fim di semana procê! Inté!

domingo, 6 de abril de 2014

Um domingo de resposta em abraços.


Infinito Aldo Luiz


Gratidão e abraços.

No céu é sempre domingo. E a gente não tem outra coisa a fazer senão ouvir os chatos. E lá é ainda pior que aqui, pois se trata dos chatos de todas as épocas do mundo.
-- Mario Quintana

Outra dele

"A vida é arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida.

Caríssimas(os), Ana e Fada.

Os domingos (domingo- s.m. O primeiro dia da semana, consagrado pelo cristianismo ao descanso e à oração.) deviam ser dias não de missas e futebol e outras "crenças" criancices. Os domingos deviam ser dias de abraços, amorosos, curativos, perdoadores, transcendenta/dores, cheios de sol...

Domingos deviam ser todos os dias da semana. Deviam ser semanas de domingos abraços, beijos, carinhos e perdões inteligentes. E dos ignorantes domingos também, para que se transcendessem em inteligentes infinitos abraços em estelares domingos de expansão garantindo a eternidade do universo abraçado.

Reconhecer (-se) em cada um, um irmão de carinhoso abraçar por mais distante que fosse a estrela de onde viesse, seria transformar o universo num lugar sem sombras de dúvidas de qualquer espécie ou natureza.

Talvez, se isso for possível, chegaremos ao dia do luminoso abraço transcendental infinito em expansão, e talvez seja, a única possibilidade do Criador do tudo e todos dizer: "Agora posso ir descansar em paz, este meu projeto está terminado, vou pensar outra coisa inacreditável..."

Fada e Fadas, Helena e Helenas, Ana e Anas, Maras e Renatas Reginas, Maria e Marias, Angélica e Angélicas, todos os Magos e todos os Bruxos, Anjos, velhos Aldos e heroicos guerreiros Luizes, cada qual com seu admirável maravilhoso cada um, sou gratíssimo por reencontra-los nestes tantos caminhos e reconhece-los nesta minha encarnação vitoriosa. Sintam-se aldìssimamente reconhecidos, queridos e abraçados. Todas as divinas rosas, à vocês partes de mim, será sempre infinitamente pouco para expressar minha gratidão. Sinto muito, me perdoem, os amo, sou grato.

Muito grato mermo!



sexta-feira, 4 de abril de 2014

SEXTA 4 do 4 do 14



SEXTA 4 do 4 do 14
UM ÓTIMO FIM DE SEMANA PENSANTE PARA TODOS, INTÉ!



Relaxa!... Óia o silenço! As vaca tão no pasto. A prosa tá boa. Vai um pãozinho de queijo aí? Perveita! Bolim de mio? Tá di dieta? Nem um cafezim, sem açúcar? Pinga? Intão tá. Inté! Vorta logo pra nóis proseá mais...

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Acordar ou continuar dormindo?


"Pílulas de sabedoria". Vermelhas ou azuis?  Era um desses almanaques que foram extintos com o advento da bendita Internet. Ampliamos nossas pílulas e nossa sabedoria com este caos informativo em que nos afogam os donos desse universo infinito de sofrimento em expansão. Saber não pré estabelece conhecer a VERDADE. 

A DÚVIDA INTELIGENTE É ILUMINAÇÃO.

Daí, vem a necessária, incessante faxinação consciente destes cavalos de Troia e worms ancestralmente alimentados a cada segundo de nossas vidas aqui, embarcados, neste "wonderful world". Infinitos? Unidades prisionais. Naves mães. Mundos imundos há. As Terras são azuis? Os amores são lindos? Seres ou não seres? Qual o cardápio? Carne de vitela, humana? (Significado de Vitela s.f. Denominação que geralmente se dá à vaca com menos de um ano. No entanto, mesmo entre os criadores de gado essa denominação não é precisa. Assim, alguns consideram como sendo carne de vitela, a carne de bezerros com menos de três meses de idade. Para outros, carne de vitela é a carne de novilho, isto é, a cria com menos de um ano de idade. A carne de vitela é mais macia que a de boi e tem uma porcentagem mais baixa de gordura.)

Crenças e escolhas infinitamente... Devo ou não devo? O cobrador bate à porta. A dúvida burra é o medo travestido em luxuriosa subserviência aos baphométicos antropofágicos escravagistas ruminantes saberes.

Cada um com seu cada qual deve tomar suas decisões ao colocar os pés fora e ou dentro da cama...  A acordar ou continuar dormindo? Comer ou não comer? E tem outro jeito? Na dúvida não ultrapasse? Ser ou não ser?

Ou nos guiamos pelas Inspirações, divinas e perfeitas vindas da Fonte de onde tudo vem para onde tudo vai  infinitamente, ou nos guiamos pelas memórias escravagistas que nos mantém súcubos prisioneiros abusados no labirinto do nada. Somos Almas (aliens, alienígenas), ressonantes frequências transcendentais sutilíssimas embarcados em unidades prisionais densas e pesadas. Ignorantes do que de fato se passa. Escravizados. Os chips são para rastrear-nos nesta Guantánamo planetária "sem grades" aparentes aos cinco sentidos. Algemas invisíveis. Servem para contabilidade e controle dos estoques. Leia-se; banqueiros administrando a escassez planejada DE TUDO, inclusive dos "vivos" e dos "mortos". Alienígenas?

 Há ou não há muito mais entre o Céu e essa Terra?



Sai já não que o cachorro tá sorto. Toma um cafezim?

terça-feira, 1 de abril de 2014

Vou falar de amor no dia da mentira....



Esse tal de 1º de abril é de tirar o chapéu e secar a garrafa.

Dragsters e drag-queens, machos e fêmeas. Vocês pensam que só quero falar de conspirações? Pois tão muito enganados. Deus é fiel. E ó que o fiel da balança balança mas não cai. Bem, isto era antes das balanças digitais e com/puta/dores. Há conspirações e conspirações. Há conspirações em tudo; políticas, bélicas, medicinais, bancárias, matrimoniais, religiosas, espaciais e interestelares, divinas e diabólicas em todas as áreas. Os deuses conspiram contra tudo e todos o tempo todo. Conspiram principalmente entre eles mesmos. É a manutenção do perene lucrativo labirinto do nada em fields de Guantánamos for ever and ever. Puro paetê no cabo dos chicotes. É bão mermo que ocê duvide d'eu pois isto é do que eles mais se agradam. Aos escravos, a dúvida; a burra, inócua, inodora e incolor. Aos escravizadores, a certeza. 

Eu sempre me proponho duvidar. 1º de abril é o dia da mentira. A dúvida inteligente, a dúvida geordaniana, a do Bruno, o liberto, aquele churrasquiado que nos guia pela luz da transcendência infinita.

Eles gostam da dúvida burra, porca, aquela que faz ôce preguntá pros otro se eles crerditam em Deus e se tem religião. Que Deus? Que religião? Nada mais burro do que esta dúvida e esta crença/pergunta escravagista que promove todos os fratricídios há mil milênios estrelas afora enquanto eles escravizam os sobreviventes que lhes interessam deixar viver. É que nem quando ocê escolhe galinha pra fazê ao molho pardo.


Noutro dia falei que tava querendo me casar. Mas, qual é a sua amanagé? De olho na tal de nova ordem mundial... Quero falar de amor, e, pinta a dúvida. Necessito me fazer entender. É só porque Amor e Deus são as palavras mais esfarrapadas escritas nas bandeiras desses mundos ditos nossos. Sempre foram. Não temos nada. A começar por Deus e acabando com Amor. Ou amores. Ou deuses. Ou bandeiras. Ou esfarrapados. Se o amor não tem oposto que amor afinal é este que dizemos ter enquanto vivemos o desamor de permanentes guerras e bandeiras? A começar com as intestinas. As enfezadas cólicas do subconsciente encardido que nos escraviza num falatório infinito dizendo tudo menos o que de fato interessaria ao e sobre o  Amor. Essa incógnita, verdadeira esfarrapada abstração.


Foto dum "dragster" com dois motores e suas respectivas Almas
 Aí o cara vai e se apaixona! Ama de verdade. Apaixonada/mente. Possessiva/mente. Diz que é amor, fica doidão, quando em verdade verdadeira, ele/ela quer(ia) é ótimo sexo e muita boa conversa. O resto ele/ela se vira sozinho mermo. Afinal, quem tem cio é ela. Nasceu para TER filhos. Ou também duvida disso? O cio muda as vontades. Deles. De ambos os sexos, cada qual com seu cada um. Beijos delicados, inesquecíveis. O galo nunca soube o que é um ovo. O capão sabe. Interessante isso? Ou seja: enquanto elas são uma montanha russa, ciclos, eles são uma puta reta, dessas em que disputam os dragters. Idiotas fora da cama. Cadê? Cadê? Cadê? Querem um brinquedo que tenha uns buracos. Já assistiu a um jogo de sinuca? Pau na mão e bolas nos buracos. Haja bolas... E saco. Duvida? Então tá! Acredita em libertar-se dessa escravidão pelas armas ou pelo voto? Vai levantar uma bandeira contra a nova ordem mundial? A bandeira já está a meio pau? Nazista sionismo? Outra vez? Outra vez... Tava dormindo? Gosta de apanhar, hein?!


Eu disse à mulher mais bonita de Minas Gerais: "Conviver com sua sanidade é minha oportunidade de encarar de frente e faxinar minhas loucuras. Conviver com suas loucuras é minha oportunidade de encarar meus faxinadores sofrimentos e recobrar minha sanidade." Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato. Conviver com o feminino é a única maneira de compreender o masculino. faxinas de "loucuras" e "sanidades". Cinco itens: gentileza, verdade, gentileza, honestidade, gentileza. Estou falando de amor. Estou falando de gente. Não estou falando de bhafométicos governantes e governantas, padres e freiras, papais e mamães, médicos e enfermeiras, cravos e rosas... 


Um touro, podia ser um javali, mas neste causo é um touro, sentiu o cheiro e achou o buraco e enfiou seu dragster numa das vacas no cio. E a chuva caía enquanto o gado indiferente continuou ruminando. Sanidade e insanidade. Duvidas e certezas. "Vida" e "morte". Crenças e escolhas. Javalis não ruminam. Machos e fêmeas. Certezas e Transcendências... SER ou não SER? O amor é lindo! 

Vapera, e o mother foker pig blogger roll tá nem aí pra nossa atualização de mensagens.  

Toma um cafezim? Pinga num tem. Quando eu era rapazim, quiria ter entradas, agora tô querendo ter saídas...

Antão! Vorta mais tarde pra nóis dispois prozeá mais. Inté a próxima, pode saí que o cachorro tá preso.


Related Posts with Thumbnails