O QUE NÃO SABEMOS NÃO EXISTE.
"Quando Creonte lhe diz “tu és a única, em Tebas, a defender tais opiniões”, Antígona responde com grande lucidez:
"-TODOS OS QUE ME OUVEM OUSARIAM CONCORDAR COMIGO SE O MEDO NÃO LHES FECHASSE A BOCA."
Pensar sempre foi considerado conspiração. Este blogue é parte do inadiável processo de novas escolhas na minha permanente ressonante infinita faxina espiritual. Nosso mundo é o que supomos conhecer, bendita Internet. Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando a sanidade de nossas existências é a nossa única saída... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós. Ninguém virá nos salvar da escravidão... Só podemos escolher entre o medo catabólico e a gratidão anabólica ao afeto incondicional. Onde há amor não há perdão. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal, urgente e intransferível. Nós somos os deuses amorosos pelos quais temos esperado. Somos almas. Mantenhamo-nos na vibração da fé no afeto incondicional, todos os espíritos corações e mentes estamos interconectados na Teia Cósmica.
"O SISTEMA" É PSICOPÁTICO, ALIENÍGENA, INUMANO, MISÓGINO, PEDÓFILO, ANTROPOFAGICAMENTE CORRUPTO E ESCRAVISTA POR NATUREZA. SÃO "DIABÓLICOS". TODAS AS UTOPIAS HUMANITÁRIAS SÃO CONCESSÕES TÁTICAS DENTRO DA MILENAR ESTRATÉGIA ESCRAVAGISTA.
http://www.artmajeur.com/aldoluiz/
Em tempo; amanajé ré significa mensageiro amigo em tupi guarani.

Compartilhemos

Share |

sexta-feira, 30 de maio de 2014

A ocupação do Brasil? El NiÑO ? - O que é isso? Juntemos uns pontos seríssimos... ATUALIZADO


Estes informes trouxemos DAQUI.

Caros amigos.

"Tears from the stars..." 

E se... Aquecermos artificialmente aquela região ali no mapa, que o moço chama de "wather warmer"? O HAARP serve bem para estes inconfessos propósitos.


Muito bem... Copa do mundo 2014.

Meditem sobre isso... Não precisamos de bola de cristal para vermos um plano muito bem arquitetado (ARQUITETADÍSSIMO), como de costume, e que vai levar o "brasileiro", o deitado eternamente de bruços e o "resto" do mundo humano idiotizado até à alma, aceitar a "evidencia planejada" do caos absoluto". (Como nunca se viu antes aqui nem alhures). E de bom grado, "finalmente", um GOLPE DE ESTADO bem disfarçado de redentora AJUDA HUMANITÁRIA. 

Isso trará galopantes consequências espetaculares ao "admirável" NOVO MUNDO. Leia-se; nova (velhíssima) ordem mundial em implantação aceleradíssima. A nossa tão afamada e "badalada" COPA DO MUNDO é aquele espetacular CAVALO DE TROIA (2014 é o ano do cavalo) que todo mundo, ou quase o mundo todo, finge ou não quer ver. 

Aqui nesta terra do futuro prometido, brevemente, assistiremos a "inauguração oficial" da Guantánamo planetária de que tanto falo. A institucionalização da escravidão planetária. Começa pelo Brasil... Tomara que eu esteja completamente errado. Tá difícil... Já tenho lúcidos cabelos brancos demais... Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato. Meditem sobre isso...

Vejam que não sou o único "louco" visionário... Há quem, com muito maior capacidade e autoridade do que a minha, pode autorizar minhas visões desse futuro próximo. Ouçam com absoluta atenção estas seríssimas dramáticas informações denunciantes.

Palestra instigante do Professor José Augusto Bautista Vidal. Meditem sobre isso...

 


Cuidem-se bem, preparem-se para o inimaginável... Beijos aldíssimos de sincera carinhosa fraternidade. Quando o Titanic afundava criou-se o S. O. S., "salvem nossas almas". Agora é hora do S. Q. P., o velho estarrecedor salve-se quem puder... 

Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato. A terceira guerra mundial está em curso. A CHINA está vindo aí. Para os da casa grande o fim sempre justifica os meios, para eles TUDO É COISA. 

Assistam o vídeo que pode melhorar o entendimento do que se passa contra nós
Inté! Sou grato. Meditem sobre tudo isso.




VISITE O NOVO

terça-feira, 27 de maio de 2014

O SOL NÃO PROVOCA CÂNCER, O PROTETOR SOLAR SIM. DUVIDA?




Tudo esteve e está dependendo de nossas crenças e escolhas. Infinitamente. Tudo depende de escolhermos (livre arbitrio) entre o medo catabólico e o anabolismo do amor incondicional. Apenas dependendo disso: coragem e firmeza. Já conhecemos os nosso único maior inimigo. Nós mesmos... "O sistema quer que você morra, mas, antes disso, a ele todo o lucro gerado pelo escravagista antropofágico farmafioso fabricante dos remédios dos remédios. 

Então!, queridos autores/atores e diretores (acúmulo de cargos rs rs rs rs?!) dessa peça em infinitos atos, sugiro que cada um, em seu palco, com suas crenças e escolhas muito bem pensadas, termine esta fábula draconiana com a qual precisamos romper com o que nos é imposto. O fim dessa história depende disso, de que nós mesmos, os atores/autores cumpramos com nosso dever espiritual humanitário de querermos libertar, de uma vez por todas, nossos espíritos, corações e mentes.

Ninguém poderá nos substituir. Ninguém virá nos libertar. Ninguém virá nos salvar. Nossas almas são de nossa inteira responsabilidade... Nesta sublime derradeira tarefa cada um de nós é insubstituível. Todos os corações e mentes estão interconectados neste eletromagnético divino orgônico campo quantico de infinitas divinas possibilidades dependendo do resultado das escolhas infinitas. Estamos, no infinito agora, fadados a escolher.

Perveita bem as dicas do Ivandélio e inté a próxima.


sexta-feira, 23 de maio de 2014

Exígua auto biografia precoce não autorizada.



Por que do título?

Primeiro umas citações... Elas vieram daqui...

"Querida Fada,
Ao ser indagado pelo oráculo de Delfos sobre o que Sócrates sabia, ele respondeu: "sei que não sei". Por essa declaração, Sócrates foi considerado o mais sábio dos homens. Sócrates meditou bastante tempo, buscando o significado das palavras da Pitonisa. Concluiu afinal, que sua sabedoria só poderia ser aquela de saber que nada sabia, essa consciência da ignorância sobre coisas e que só poderia ser o sinal e começo da autoconsciência. Em seu oposto, a certeza seria a principal característica do ignorante, o qual, em função de seu pouco conhecimento, costuma criticar e contestar tudo aquilo que não consegue compreender. Não é o conhecimento o vilão que nos aprisiona, e sim a forma em que ele nos é passado,, criando nossas convicções e sistemas de crença. A existência do ser humano é muito mais antiga do que 50 mil anos. Ela remonta.a dezenas de milhões de anos, obedecendo a uma evolução cíclica. Existiram escolas secretas de iniciação que tinham a posse da totalidade das obras sagradas e filosóficas manuscritas ou impressas, que foram escritas em vários idiomas ou caracteres, desde o tempo da mais remota arte de escrever
Após a destruição da Biblioteca de Alexandria, esses livros foram recolhidos e destruídos, permanecendo 3 exemplares de cada um. Seus textos foram totalmente velados pelo simbolismo, e estão sob a guarda das escolas acima citadas. Para se ter uma ideia,o livro de Dzyan, que foi escrito em folhas de Palma, tratadas por um processo, hoje desconhecido, para protegê-las da ação do fogo e da água, é de uma antiguidade incompreensível para nós.
Todos esses ensinamentos, que eram privilégio do oriente, passaram a se transferido para o ocidente, no século passado, Coube a H.P.Blavatsky difundir esses conhecimentos, fundando a Sociedade Teosófica, e escrevendo inúmeros livros.
Foi nessa Sociedade que Jidhu Krysnamurti cresceu e foi educado, e na qual tive o privilégio de frequentar durante cinco anos.
No vídeo postado, Jidhu nos fala da necessidade de um cérebro vazio,sem cordas que o amarrem - nossas crenças - Mas,totalmente livre, não limitado é o vazio, o vácuo, o imanifestado. Nosso cérebro, como representação do Universo, deve ser igual a ele, um vácuo total. Essa deve ser a grande meta do ser humano, ele nos diz.
Porém, como o próprio nome diz, Uni verso: O um, o vazio, o vácuo imanifestado; e seu contrário, o verso, a manifestação, e com ela a dualidade: o bem/mal, o justo/injusto, a vida/morte, etc. O que Kryshna murti, tenta nos fazer entender, é que precisamos nos limpar, faxinar, como diz o Aldo, esvaziar o cérebro, para que possamos empreender o caminho de volta.
"Deuses já fomos e disso nos temos esquecido". Entramos na vida, na manifestação de nossa consciência, com ela pura, com plena consciência. Mas, a medida de nossa evolução, adquirindo experiência, fomos perdendo nossa consciência. Precisamos agora, e rápido, empreender o caminho de volta, conservando nossa experiência e, gradativamente recuperando nossa consciência.
Com muito carinho e amor,
Walfrido .

Em resposta, escreveu a Fada:

"Querido Walfrido,
As suas explicações são um bálsamo. Como disse aquele ser da 4ª dimensão de Cassiopeia, a maior ilusão dos humanos aqui na 3ª densidade da Terra, é julgar que são seres separados. A humanidade faz parte da Unidade, ainda que tenha sido iludida e não o saiba, ou sequer queira saber, pelo DNA e pela ilusão do tempo. Muitos ficam "presos" como "alimentação dessas 3ª e 4ª densidades, embora para mim, me pareça que seja dimensão e densidade seria a energia negativa ou positiva. 
Jiddu Krishnamurti diz que a morte é a Unidade, a Harmonia O não Manifesto. Aquele que mata um semelhante, mata-se a si mesmo, pelo que deduzo que será uma consciência a ser banida, ou então, a ser remetida a densidades muito baixas, muito negativas. Será talvez a "alimentação em 3ª dimensão, na energia densa negativa, a tal que não ascende.
Krishnamurti destaca a Solidão do Isolamento... considerando que todos somos Um, a solidão só pode ser psicológica dentro dessa Unidade, somos o espelho do outro. O isolamento é físico. Será que estou em erro como diz o Flv, Walfrido? O que pensa disso?
Com muito carinho e Amor também, meu querido.

Agora, posso continuar explicando o título.


As duas explicações são um bálsamo. É bem por aí o que penso disso tudo. Faxina incessante desses programas escravistas é nossa missão terrena. Não dá mais para tapar o sol com peneira. É "os tempos são chegados" de que tanto falam. Faxinemo-nos. Ambos estão corretos de acordo com minha humilde opinião sobre o sermos muito mais e melhores do que nos doutrinam ancestralmente. Só sei que nada sei é do tamanho do nosso infinito. Faxinemos com convicção. Conhecer o Eu é (re)conhecer o Deus em nós, o tudo todo de que somos feitos. O "barro" das estrelas de que somos feitos... É maior do que a fé. Eu não tenho fé, tenho certezas que estão sabotando nossas conexões com a Fonte que nos cria e sustenta assim como faz com as miríades de galáxias que sabemos ser O SER em expansão. Esta é uma bem oportuna exígua auto biografia precoce não autorizada. Sinto muito. Sou grato. Com muito carinho e Amor também, meus queridos. Difícil é acompanha-los nessa sua velocidade da Luz em que escrevem, vou precisar de mais 50.000 felizes reencarnações para/lê-los. O trocadilho saiu sem querer ...

Mas, a cada um segundo sua possibilidade... "La nave va!"

Deram um nó em nossos cordões umbilicais. Isolaram-nos. Ou, pretendem que acreditemos nisso também. estamos todos interligados ressonante/mente por cada crime e cada gentileza. 

Papas vão e Papas vem, as realezas permanecem; milenarmente... Somos 100% responsáveis. A consciência disso é outro nível de frequência de emissão de ondas assim como símbolos, sons, e cores. Vermelho e preto.? Que tal? 

Toda "consciência" e toda "inconsciência" gera uma frequência de onda ressonante e infinita. Mudam-se os tempos permanecem as vontades? A mente egoica é um moinho de memórias. Não consegue fazer silêncio. Fala, fala, fala, fala... As religiões nos escravizam na busca da manutenção do poder através da manipulação dos Estados. Silenciam A VERDADE? Citei Maquiavel? Cito Giordano Bruno, sua morte nos comprova isso. Foi "churrasqueado", Jesus crucificado como Espártaco. Kennedy baleado e Chaves cancerizado. Galileu preferiu abjurar. 

Cito-me imodestamente: "Todas as utopias humanitárias são táticas dentro da estratégia escravista. 

Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato. Não é um mantra, é uma faxinante tomada de consciência do agora EU diante do que se passa, sub e inconscientemente. Eficazes quânticas mágicas, permanentemente...

Ninguém cita Nícolas Tesla fora da Internet. A bendita. O silêncio é de ouro? Wilhelm Reich (24 de março de 1897 - 3 de novembro de 1957) viu no microscópio o verdadeiro Deus na forma de "ORGONE", uma luz azul que quase o cegou. Sabia da existência dos "discos voadores" e imaginava que o estado norte americano fosse bonzinho, não sacou a planetária conspiração demoniocrata- milenarmente - reptiliana - extraterrestre que nos mantém esquizofrênicos, afastados de nós mesmos, divididos, submissos e escravizados. A merdicina e sua farmáfia adoram isso.

Deu no que deu... E vai continuar dando enquanto não nos modificarmos através de consciente severa faxina em nossas crenças e escolhas... Isso é que é meditar. Valei-nos São Kryshnamurti!  O plano "deles" é "genial", diabolicamente bem estruturado e muito criptografado. O super David Icke desvendou-os nesta série de entrevistas - https://www.youtube.com/watch?v=hCDGSvDtS10

Minha adorável e inesquecível Shirley Maclaine (vai fazer 80 anos) nos fala bem destes "mistérios", revela-os em seus livros "Dançando na luz" e "Minhas vidas" contando suas vidas passadas, presentes e futuras... Exemplos e citações não nos faltarão.

E assim vamos nós "Zodíacos" infinitos afora... Orai e vigiai! "Ora, direis, ouvir estrelas...", façamos um silêncio para ouvi-las... 

Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato. 

Os deuses caídos, se vestem de preto (e vermelho), enfeitam-se entre eles (sempre) com baphométicos símbolos secretos, e, genocidas por natureza, demônios por definição, nos torturam e exterminam na ânsia de impedir vermos o Deus que é Tudo e somos todos nós. 

O cosmos é o infinito em expansão de amor incondicional. Foi por isso que, o Kubrick, em "2001 uma odisseia no espaço", nos colocou em feto navegando no amniótico transcendental cósmico infinto em expansão. Alguém já disse que somos estrelas? Eles sabem isso. E como sabem...
"O que Kryshnamurti, tenta nos fazer entender, é que precisamos nos limpar, faxinar, como diz o Aldo, esvaziar o cérebro, para que possamos empreender o caminho de volta. 
Voltar para casa é ser consciente do Eu SOU. Estar conscientemente no "vazio" do "imanifesto" INFINITO/AGORA. Faxinar conscientemente para nos libertarmos é nosso direto por dever e nosso dever sublime por direito de consciência. Perceber não é compreender. A "alma" é imortal como o infinito. Ninguém virá nos salvar. Ninguém precisa disso. Só precisamos da inadiável  faxina consciente, intrapessoal e intransferível.
" Mas,totalmente livre, não limitado é o vazio, o vácuo, o imanifestado. Nosso cérebro, como representação do Universo, deve ser igual a ele, um vácuo total. Essa deve ser a grande meta do ser humano, ele nos diz. 
É este vazio o ressonante infinito amor incondicional que chamam de Deus Criador. "Deuses somos, e disso nos temos esquecido". Ninguém precisa vir nos salvar. Há muito mais entre o céu a Terra.  Perceber não é compreender, vejam. 

Inté quarqué otra hora, é muito bão proseá c'ocês... Amo ocês. Sou grato.

VISITE, E SE GOSTAR DIVULGUE, O MEU NOVÍSSIMO, NASCIDO 23/5/2014 - SIGNO DE GÊMEOS,
NEMNIRVANANEMSANSARA

quarta-feira, 21 de maio de 2014

A CHINA TÁ VINDO AÍ... TÁ LIGADO?





Parece-me que não é só o Brasil que dorme em berço esplendido... O mundo está religiosamente sonambúlico, prisioneiro de sua solerte planejada idiotice. Tenho certeza de que não podemos desanimar só porque alguns bilhões preferem continuar entorpecidos. Muitos são os ópios do povoNão é egoismo é a obviedade. Parece-me que estamos aqui para nos salvarmos.  E olhe lá!

O que você não conhece não existe. O mundo, não tem consciência de si, sendo assim não vê razão e por isso mesmo não quer ser salvo. Não pode querer salvar-se de "um perigo" do qual foi doutrinado não ver. Crenças e escolhas em livre arbitrio. (?) Duvidamos até do que vemos, e, preferimos quase sempre não ver. Afinal, para que serve a televisão? A deusa. Milênios se passaram e passarão... Anos luz? A Terra é um palco saltimbanco e segue seu destino.

Então, queridos embarcados colegas atores... Só há um tempo em que é fundamental despertar para tudo isso. Esse tempo é o agora. Tá ligado? A China tá vindo aí... Se é que já chegou e não nos demos conta.

Agora mesmo, sibilinos dragões e ursos, na enorme escuridão de mil anos de treinamento em construção e materialização de seus inumanos sonhos e pesadelos, gestados no zoológico extraterrestre invisível labirinto do nada em que nos escravizam, espreguiçam sua reptiliana nova ordem mundial; lenta, feroz, definitiva e profundamente. Já faz tempo que, plenos de "amor" ao ódio do que é humano, amalgamados ao desamor fratricida, ergueram os olhos em brasa na direção dos sois infinitos. Desde la de fora... "Sorriram", e resolveram que estão prontos e que chegou a boa hora. 

Dizem pela aí que são mais de 50 espécies... Lutam entre si pelo poder terreno. A terra é uma mãe. Admirável mundo novo. Jaula. Casa grande e senzala mais uma vez mostrará alienígenas dentes pontiagudos, e a cauda. Sempre famintos. Bafejam sobre as garras enormes pintadas de ouro, prata, vermelho, amarelo e azul, o verde hálito corrosivo.

Frequências de nefastas ondas baixíssimas. Antropófagos, hematófagos, alimentam-se do terror de suas humanas escravizadas criaturas enquanto as seduzem e sacrificam em insuspeita morte lenta. Torturadores por natureza. Preferem os impúberes, é por aí que melhor se alimentam de nossa energia dolorosa... Inumanos, temperam-nos, "em molho pardo", no sabor de lágrimas terríveis em dores que infligem e que lhes dão todo o prazer psicopático na sangueira comilança. 

Com suas gigantescas asas espalhando suas inumeráveis venenosas trilhas químicas do alto dos céus sobre a face fumarenta da Terra já "haarpeada" em terremotos e outras mazelas inconfessas. Preparam de mansinho o tão ansiado festim na Guantánamo planetária o admirável mundo novo da nova ordem mundial já em fase avançada de implantação... 

Num tamo vendo? China e Russia vão abandonar o dólar... A China está abarrotada de dólares. Ainda "não deu" na televisão? Ô corja! 

Estávamos em julho de 2012 e não era possível ainda sabermos o final dessa história de dragões e a orgia da desumanidade programada contra o que restar ao amor incondicional.

Tudo esteve e está dependendo de nossas crenças e escolhas. Infinitamente. Tudo depende de escolhermos (livre arbitrio) entre o medo catabólico e o anabolismo do amor incondicional. Apenas dependendo disso: coragem e firmeza. Já conhecemos os nosso único maior inimigo. Nós mesmos...

Então, queridos autores/atores e diretores dessa peça em infinitos atos, sugiro que cada um, em seu palco, com suas crenças e escolhas muito bem pensadas, termine esta fábula draconiana. O fim dessa história depende disso, de que nós mesmos, os atores/autores cumpramos com nosso dever espiritual humanitário.

Ninguém poderá nos substituir. Ninguém virá nos libertar. Ninguém virá nos salvar. Nossas almas são de nossa inteira responsabilidade... Nesta sublime derradeira tarefa cada um de nós é insubstituível. Todos os corações e mentes estão interconectados neste eletromagnético divino orgônico campo quantico de infinitas divinas possibilidades dependendo do resultado das escolhas infinitas. Estamos, no infinito agora, fadados a escolher.

Em tempo. 


Na década de 70, eu estava artista gráfico fazendo capas de disco para a Phonogram, depois Polygram, hoje Universal... Fiz então, ótima amizade com meu colega revisor e radioator Geraldo Avelar, pessoa rara, que com grande lucidez já nos dizia: "O perigo, que ninguém está prestando atenção, é a China." Todos riram...  Será que ainda riem quando falam dessa tal de China? 


Pois é Seu Geraldo, agora... Estão aí os vídeos que nós não tínhamos pra ver e dar à você toda a razão... Confesso que não ri... Fiquei pensativo... Todos esses anos... 



O texto abaixo veio daqui

Analisem então o que Xi disse a Putin:
O desenvolvimento posterior de uma parceria ainda mais ampla entre Rússia e China, com cooperação estratégica baseada nos interesses mútuos e ditada pela necessidade de promover justiça e igualdade no mundo, manter a paz no planeta, e pela necessidade de alcançar a prosperidade conjunta da China e da Rússia, é escolha inevitável que brota do próprio processo de formação de um mundo multipolar.E analisem o que disse Putin, sobre o progressivo ultrapassamento do petrodólar:
Estamos trabalhando para aumentar a quantidade de pagamentos que serão feitos em moedas nacionais, e planejamos considerar novos instrumentos financeiros.É coisa grande, MUITO, MUITO GRANDE, mais do que se pode ver já. Quase nem se acredita! Moscou completou o mais elegante e perfeito pivô estratégico na direção da Ásia e a China bailou junto, em perfeita harmonia.  





Nunca se sabe. Antes de participar da decisão e construção do sublime final desta nossa "fábula" você pode vir a gostar de consultar também; http://infinitoaldoluiz.blogspot.com/2009/03/o-inventario.html 

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Para Carol, Maria Angélica, Silvia, "mim" e todos os amigos e visitantes, visíveis e invisíveis...


A cada um segundo suas possibilidades... Não podemos, ninguém pode, ensinar nada a alguém. Apreender o aprender já é bastante difícil dentro da "plataforma" escravagista com a qual nos formatam desde o útero ancestralmente. 

Parece-me, haver uma "escadaria" para alcançarmos esse infinito de nós mesmos... Não há porque nos apressarmos em direção ao silencioso solitário infinito... 

O futuro foi agora... Cedo ou tarde o "trem" passa, passará, vai passando... 

Sentimentos ressonantes em livre arbitrio, podemos escolher as baixas ou altas ou altíssimas eletromagnéticas vibrações amorosas...

Somos o somatório do cadavérico ontem esperando por um agora consciente desse nosso intransferível livre arbitrio que no agora nos constrói o futuro. Infinitamente. 

O Amor é a chave de todas as cadeias...

Ninguém virá nos salvar... 

Porque flores, não se acham bonitas nem feias, SÃO, flores... 

Meditar e faxinar é vir a SER como todas as flores, é preciso treinar conscientemente isto...

Estar no AGORA de amor incondicional infinito, como flores, divina(o)s e perfeita(o)s, é estar vivo, consciente...

É mais simples SER do que nos "fazem" parecer... 

Livre arbitrio é para Sermos as escolhas... Tudo é o Todo em expansão infinita no amor incondicional. 

A coisa mais difícil e complexa para a mente egoica é a simplicidade. 

Já observaram como é difícil permitir perdoar, permitir perdoar-se? Permitir amarmo-nos incondicionalmente?

Aproveitem bem esta encarnação. O moço aí embaixo, o Eckhart, também fala dessas importantes coisas faxinantes. 

Vou treinar pintura faxinada. Inté! Aquele aldíssimo abraço. Podem levar as flores. A foto fiz com meu celular. 





sexta-feira, 16 de maio de 2014

A Infinita hipocrisia sustentada por nossa infinita covarde cretinice.


Como podemos ser capazes de não ver isso? 
A Infinita hipocrisia "deles" sustentada por nossa (livre arbitrio?) ingenua infinita covarde cretinice...



Vou precisar escrever? Terei que desenhar?...


Nós somos a Raça Mestre
Nós somos deuses neste Planeta.
Somos tão diferentes das raças inferiores, como eles são dos insectos. 
De facto comparados com a nossa raça, as outras são bestas, ou quando muito, gado. 
As demais raças, nós  consideramos como excremento humano. Nosso destino é governar estas raças inferiores.
 Nosso reino terreno será governado com ferro e fogo pelo nosso líder. 
As massas lamberão os nossos pés e servirão como nossos escravos. 
Menachem Begin - Israel

Vou precisar escrever? 
Ainda quer que eu desenhe?

ESTA FOTO VEIO DAQUI


SINTO MUITO, ME PERDOE, TE AMO, SOU GRATO.

Compreenda melhor estas conexões escravagistas e o seu sequestrado livre arbitrio assistindo a entrevista de David Icke. (LEGENDADO)



Aproveite bem seu final de semana, inté...

terça-feira, 13 de maio de 2014

13 de maio. Da abolição das escravaturas e a perene casa grande e senzala.


"Se o clima e "mudança climática" fosse um banco, já o teriam salvado!"

Quem nunca estudou história, filosofia ou política ou até quem já estudou mas não entendeu nada, prefere TV ou outras "formatadas" (des)informações, entra direitinho nesta ratoeira disfarçada de bons propósitos e cheios de recortados testemunhos e visões do mundo maravilha impostas pelos milenares reptilianos e similares entronados no topo da pirâmide do olho que nos oprime e abusa cinicamente... 

Dia da abolição da escravatura? Não me convenceu.

Para mim, a grande revolução não está em sobreviver em um quilombo, viu Laura, à margem da senzala e da casa grande. O Grande objetivo desse "vir a ser" é libertarmo-nos desta escravidão reptiliana com um outro nível de compreensão luminosa do que de fato somos nós, onde estamos e aonde queremos ir. Não aonde querem nos levar... Livre arbítrio? Deles?

Somos "mágicos", criadores do que desejarmos ser e ter, divinos e perfeitos, não há nada de errado conosco e nossa transcendente luminosidade. A não ser essas "nossas" escolhas impostas solertemente pelo sistema escravagista. Significado de Solerte adj. e s.m. e s.f. Que ou aquele que é sagaz, astucioso; velhaco, finório, espertalhão. Os escravistas espertalhões programas/memórias reptilianos inoculados ancestralmente em nosso subconsciente caótico é que nos acorrentam ao sofrimento perene moinho de nossos espíritos, corações e mentes, e nos impedem de vermos de fato quem somos nós, e quem são "eles"... 

Cavalos de Troia. "Movimentos coloridos" bem utilizados muito antes e no final do século passado, e já neste também, atualizadíssimos (Agora estão partindo direto para a pancadaria, sem dó nem piedade. Sem afeto, nunca tiveram dó de ninguém.) para desviar a atenção da humanidade do que de fato interessa saber e fazer para nos libertarmos de uma vez por todas, pacificamente, desta escravidão disfarçada de democrático livre arbítrio, verdadeira disfarçada ditadura, onde você pode escolher entre ser ou não ser um bom escravo.




A final, de que "morreu" o Hugo Chaves? Canserizado? Pelo livre arbitrio?

Afinal, até quando vão continuar nos matando por causa do nosso livre arbitrio?  

sábado, 10 de maio de 2014

Dia das mães... A Arte é uma Mãe.


Na véspera do dia das mães, lembrei da Arte...

Ao começo dos anos 80, quando fiz uma bem sucedida exposição na extinta galeria Angelis, em Icaraí, Niterói, decidi dedicar-me apenas a pintura. O pintor Newton Rezende foi meu padrinho nesse novo "parto". Trabalhei mais de dez anos com artes gráficas porque pintura não dá dinheiro. (?) O cara diz: "Eu vou trabalhar e quando me aposentar, vou pintar", mas isso não funciona. E hoje, em projetos gráficos computadorizados, o cara faz o trabalho de seis ou mais funcionários para ganhar o salário de um.

Fazia ainda capas para WEA, era “free-lancer” em 1983, quando comecei a me envolver com o tema carnaval a partir de uma capa de disco recusada pela extinta Polygram, hoje "Universal". Eram regravações de grandes sucessos de carnavais passados, por artistas contemporâneos e famosos. Apresentei o projeto gráfico com o quadro “O penúltimo Carnaval”, óleo sobre tela, 73 cm x 100 cm.. Feito especialmente para aquela capa. Um palhaço bebendo vinho com o pierrô tocando violão numa cena de muitas figuras simbólicas ao fundo.

Recusado!

O quadro recusado.
 Recusado? Ah!, a decepção da recusa. O ego ferido cambaleia e quase morre... Caramba! Uma ilustração para capa de disco que era uma tela de 73 cm x 100 cm... Um filho recusado?! Os artistas não são pais, são "mães"...

No caminho de volta para casa, passei pela WEA onde estava diretor geral meu inesquecível amigo (e ex "chefe") Heleno Oliveira, que olhando para  o quadro, disse: (...) “_ Não esquenta com esse pessoal não, foi demais pra eles! (...) vai pra casa, pinta trinta quadros desses e faz uma exposição que vai ser um sucesso!”.

Bem, isso foi em 1983. Eu estava intoxicado, de tudo, de artes gráficas, frustrações e capas de disco recusadas, de vidas mal vividas, invejas e recusas indigestas. Desandei pintar. A exposição só saiu mesmo em 1987. Galeria Toulouse do Cláudio Valansy, na Avenida Atlântica, em Copacabana.

Sensacional!

Mas, antes disso, foram quatro anos de muitos estudos, desenhos, esboços, e ao final, em dois meses e trinta e cinco telas à óleo de várias dimensões, lá estávamos nós. Tudo isso que não existe mais, com exceção dos quadros, que nunca mais vi, foi mesmo, ao final, uma exposição e grande sucesso. 

O “Clóvis” verde e a morena de costas com penacho vermelho, intitulado "O penúltimo carnaval-II”, foi o carro chefe que virou o convite. Desde aquele dia está na coleção particular do também amigo Umberto Contardi. De lá pra cá explorei o tema. Um veio inesgotável, pois muitos foram os mestres em todas as épocas que abordaram o assunto com genialidade. Hoje não penso nele. Talvez... Quem sabe?

Tudo passa!

Quero pintar! Persigo "a Pintura”. Para tal, sem mais medo algum, ouso no mágico mundo do domínio da ciência das cores, com o auxilio para mim indispensável, das técnicas do desenho em riqueza de massas e linhas. Não há atalhos. As mãos de todos os mestres certamente ajudam, mas, não resolvem, não importa o tema, cada nova tela é um frio na espinha indo selva adentro.

Nesta exposição de 2003 tive 1000 visitantes em um mês e, nenhuma venda... Tudo muda. Tudo passa... Tudo está permanentemente "gerundando"...
Sensacional!
A História da Arte está cheia de exemplos de muito poucos bem sucedidos, o que mostra o quanto a exceção confirma a regra. Seguirei procurando, perseguindo uma pintura emocionada, faxinante, crítica e autocrítica da alma universal e do meu carnaval particular. Faxinando egos pictóricos, carrapatos da criatividade pela criatividade. Aquele carnaval está em extinção... Extinção ou transcendência?

Do meu ser, a ideia do Eu artista, o brasileiro? Pintar pelo prazer de pintar... Do meu prazer de pintar sim, e da minha alegria de estar ainda vivo, também. Do pintar como eu pinto. Sem modismos, sem preocupações de sucesso. Vangoguear a existência que me resta. É uma meta? Um execício do livre arbítrio? – Elis Regina, lembra de mim? - Quem dirá algo de seu, quem dará uma “mensagem” sem derrogar?
 Derrogar - v.t.d. e v.t.i. P.ext. Transgredir uma norma preestabelecida: ela derrogou as regras comportamentais de uma época. (Etm. do latim: derrogare)

(...)“Porque, enfim, nem um herói, não suportaria a perfeição, como provou a mitológica figura grega... Provado fica, se Ulisses, herói, não suportou, em Ogigia, terra dos deuses, da divina Calípso, a “inefável paz e beleza imortal”, a perfeição, a absoluta perfeição, o homem normal, em mais breve tempo que o Herói, da sábia Grécia, seria vencido pelo enfado, onde houvesse, sempre, sem intermitência, a abundância, o repouso, o esquecimento dos cuidados, e as memoráveis conversas que contentam a alma, e, sempre, fosse, bem nutrido, revestido de linhos finos, sem nunca perder a querida força, nem a agudeza do entendimento, nem o calor da facúndia; onde quer que fosse, privado de ver o trabalho, o esforço, a luta e o sofrimento... Porque, ele, o homem insaciável, por destinação natural, tem que viver onde a alma arde no desejo do que se deforma, e se suja, e se espedaça, e se corrompe... E, terá, sempre, nas horas de completa serenidade, de quietude monótona de um lago morno, uma irreprimível saudade do mutável, do vir a ser de novo, e terá saudade da morte! Porque o homem há de, sempre, querer partir para os trabalhos, para as tormentas, para as misérias – para a delicia das coisas imperfeitas!”


O pintor deseja ver uma beleza que o encante. Que é beleza? Está na sua vontade criá-la, e se lhe apraz a evocação de monstros terríveis, de cenas grotescas e ridículas ou comoventes, ele é senhor disso. Poderá fazer, se lhe aprouver, lugares ermos ou recantos sombrios e verdejantes no verão, ou mesmo lugares ardentes quando inverno. Livre arbítrio? 

Inté a próxima.

"Driven To Tears" - Livre arbitrio - UFO/OVNI? Como você pode dizer que você não é o responsável?


Como você pode dizer que você não é o responsável? O 4º reich e a terceira guerra mundial, incólumes, em estado avançado de implantação... Genocídios - Copas do mundo - Livre arbitrio - UFO/OVNI?  - "Driven To Tears" - 
Como você pode dizer que você não é o responsável? 
Ou já estamos todos mortos?




"Driven To Tears"

How can you say that you're not responsible?
What does it have to do with me?
What is my reaction, what should it be?
Confronted by this latest atrocity

Driven to tears

Hide my face in my hands, shame wells in my throat
My comfortable existance is reduced to a shallow meaningless party
Seems that when some innocent die
All we can offer them is a page in a some magazine
Too many cameras and not enough food
'Cos this is what we've seen

Driven to tears

Protest is futile, nothing seems to get through
What's to become of our world, who knows what to do

Driven to tears



"Driven To Tears"

Como você pode dizer que você não é o responsável? 

Qual é a minha reação, o que deveria ser? 

Dirigido a lágrimas esconder meu rosto em minhas mãos, poços de vergonha em minha garganta 
Minha existência confortável é reduzida a uma festa sem sentido raso 
Parece que quando algum inocente morre 
Tudo o que podemos oferecer-lhes é uma página em uma alguma revista 
Muitas câmeras e comida não é suficiente 
Porque isso é o que nós vimos 

Dirigido a lágrimas protesto é inútil , nada parece superar 
O que vai ser do nosso mundo, que sabe o que fazer Dirigido a lágrimas

Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato.
INTÉ!


quinta-feira, 8 de maio de 2014

Odessa? Guarujá? Onde fica o livre arbitrio?


Siria - 2012
Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato.
Então! Lei não é sinônimo de justiça. Onde fica o livre arbitrio?

"O que realmente está nos acontecendo é o colapso do "sistema monetário", a ser substituído por um sistema de mercadorias em que cada país compromete-se a dar suas matérias-primas que são suas verdadeiras riquezas e um banco central privado gerido por sindicato bancário dos Rothschild. Quando? Entre um ano a 3 anos que eles assumirem todo o planeta para incutir a NOM ( Nova Ordem Mundial ) ou o que quiserem chamar-lhe, eles vão possuir títulos de propriedade de tudo desde o chão até céu.
"Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e eu não me importo com quem escreve as leis." - Mayer Amschel Rothschild (1744-1812), fundador da Casa de Rothschild.
"Se meus filhos não querem guerras, não haverá nenhuma." - Gutle Schnaper, esposa de Mayer Amschel Rothschild e mãe de seus cinco filhos. (Fonte)
Odessa - 2014
 Sinto muito, me perdoe, vos amo, sou grato.

Esta é a didática do escravagismo perpétuo. 


Linchamento no Guarujá - 2014
Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato.

Com todo o respeito por seus sentimentos; pergunto: de que servirá "exterminar" a banca e seus asseclas se a massa pensa preferir a escravidão da verdadeira mentira dos cartões chipados do consumismo de lixos no (des)confortável religioso robótico labirinto do nada?

A massa é manipulada para não não querer mudar, quer (livre arbítrio?) poder continuar o que supõe real. Rebanho e ovelhas, a massa não se acha escrava. Eunucos ignorantes agrilhoados diante da TV, do futebol, dos anestésicos, vagando sem rumo em seus cadeirantes automobilismos, seres maquinais ocos em que se deixaram transformar.

Não há registro na história da humanidade de que ela haja, algum dia, se revoltado, verdadeiramente, contra qualquer ditadura. O poder, milenarmente, sempre manipulou e se utilizou dos revoltosos para suas justificativas.

Ainda afirmo que a grande e única revolução é intrapessoal e intransferível. Tiremos pacífica e conscientemente a obediência aos "estados" escravistas e a casa grande escravagista deles cai. 

Mas, é preciso escolher querer mudar, revolucionar-se, profundamente, radicalmente, primeiro e antes de tudo internamente, de dentro para fora. Este é o nosso verdadeiro livre arbítrio. É para isto que estamos aqui. Não há força verdadeira que não emane da consciência da própria força, a força da faxina infinita no resgate de nossa sequestrada divina perfeição. 



Os cérebros, sabem muito bem os escravistas, se adaptam rapidamente aos novos programas quando impostos sob o terror da dor de uma catástrofe e ou da ameaça de extinção iminente. O livre arbítrio, me parece, adora guerras... Livre arbítrio? Dentro da equação PROBLEMA / REAÇÃO / SOLUÇÃO? (credito para David Icke) - é uma piada de tão mau gosto que não dá nem para sorrir para esta verdade. Sinto muito, me perdoem, te amo, sou grato. faxinemos incessantemente estes programas terroristas. O medo é o carrasco e o coveiro de nosso verdadeiro sequestrado livre arbítrio. É para isto que estamos aqui. Não há força verdadeira que não emane da consciência da própria força, a força da faxina infinita no resgate de nossa sequestrada divina perfeição.


Uma célula tem mais lúcida inteligencia do que "o dono" homo sapiens do corpo que ela constrói e sustenta?



Eu não tenho fé, tenho certeza... Capricha na limpeza.


Depois ouve Cinema Paradiso. Inté!

domingo, 4 de maio de 2014

Eu não acredito em livre arbítrio - outra vez (?)


Disse-nos Krishnamurti:

" - Não há resposta para uma pergunta errada. Faça a pergunta certa."


Adicionar livre arbítrio
Não é possível ver a verdade se você está hipnotizado pela mentira e se deleita com ela. 

Digita na pesquisa deste modesto conspiranóico blogue - livre arbítrio - e verá a pequenez do que poderíamos achar ser imensidão de um livre arbítrio.

Se você não faxinou (seriamente) memórias ancestrais vai cair na armadilha de mais do mesmo do velhíssimo ego reciclado pela casa grande que administra nosso manipulado livre arbítrio, milenarmente. O tempo inexiste. Eles sabem muito bem isso. Eles o inventaram. É uma invenção escravocrata. 

Bananas. Já escolheu a sua? Quando a estupidificação para alienação e dominação é a meta, toda falsa premissa se torna "verdadeira". Aquele vírus alemão nazi sionista disse isso; repetir uma mentira exaustivamente faz virar verdade. Meu tio de 85 anos até hoje chama o maldito golpe de estado de 1964 de "revolução"...

Mundialmente a maior parte da sociedade está drogada até à alma pelas imposturas dos milenares impostores. Ao tentar escapar da dor da irresponsabilidade 100% pelo próprio (livre arbítrio?) destino, a humanidade infantilmente delega (livre arbítrio) a condução de sua vida como um dependente de drogas, entrega a alma ao demônio que o droga. (Ainda estou procurando onde está o liberto livre arbítrio que nos induz a erros como estes). 

Os cérebros, sabem muito bem os escravistas, se adaptam rapidamente aos novos programas quando impostos sob o terror da dor de uma catástrofe e ou da ameaça de extinção iminente. O livre arbítrio, me parece, adora guerras... Livre arbítrio? Dentro da equação PROBLEMA / REAÇÃO / SOLUÇÃO?  (credito para David Icke) - é uma piada de tão mau gosto que não dá nem para sorrir para esta verdade. Sinto muito, me perdoem, te amo, sou grato. faxinemos incessantemente estes programas terroristas. O medo é o carrasco e o coveiro de nosso verdadeiro sequestrado livre arbítrio.

Vocês pensem bem se uma célula quando se reproduz, sempre se dividindo em duas, se tem ou não tem livre arbítrio. Determinada por sua memória/programação cumpre sua função reprodutiva "pré escolhida" por outros programas tal como estímulos hormonais que nos arrastam libido fogo acima e água morro abaixo. Você pode até dizer que não vai não porque tem "um programa" moral que o impede de sair fazendo sexo como um cavalo ao sentir o cheiro da égua no cio. Acho muito pouco para dizermos que isto é o nosso tão apregoado livre arbítrio. A consciência passou longe do medo inoculado pela formatação repressiva chamada ética moral. Tá mais para moralista do que para a consciência da responsabilidade por tudo, 100%, do que está em nossas vidas. Pensemos bem! Friamente, sem os julgamentos em nós inoculados sobre livre arbítrio, sexo e reencarnações... 

Bananas, muitas, mas, muitas bananas... Aos cegados pela midiocracia de propósitos genocidas da belicosa escravagista nova ordem mundial estas palavras soam delirantes, persecutórias. Pra não falar em paranoicos conspiracionismos. 

Durante muitas décadas o brasileiro escravismo pseudo democrático alimentou (com infinitas bananas) esta lucrativa serpente da miséria na escassez controlada de tudo, exclusive das drogas e das guerras, por ordens dos INTOCÁVEIS BANQUEIROS (sionistas anglo-americanos?) que a tudo agrilhoam, para colher agora (e sempre) o fruto genocida com o qual vai enfim, aos submissos que restarem e com sua aquiescência chipar e senzalar. Haja bananas!

Definitivamente bafométicas doutrinações terroristas e fratricidas substituem toda e qualquer proposta lúcida de entendimento e necessidade de mudança radical do estado de "pseudo-governança" que nos oprime e senzala a todos na ignorância dos verdadeiros facínoras que nos exploram e se enriquecem às custas do nosso infantilismo aterrorizado pelo desconhecimento do mal que verdadeiramente nos acontece. Demoniocracia. E chamamos esta vidinha medíocre de sábio livre arbítrio?

Uma célula tem mais lúcida inteligencia do que o dono homo sapiens do corpo que ela constrói e sustenta. 

Há uma eterna televisão ligada (livre arbítrio?) incapacitando o pensar com autonomia a verdade escondida pela midiocracia de propriedade desse "invisibilizado" 4º Reich em ascensão. Ideologia e ação impostas  (cadê o livre arbítrio?) pela (velhíssima escravagista) nova ordem mundial delineiam o genocídio ordenado pelo império do mal avançando morro acima antes de descer "próxima e futuramente" morro abaixo, aceito e "ingenuamente" (livre arbítrio?) pedido e endeusado pela boçalidade que avassala a sociedade dolosamente manipulada. E tome copa do mundo e outras formas de fajutos livre arbítrios... 

Hein? Né não?... Livre arbítrio. Este texto eu "copidesquei" de uma postagem de 2010. quarta-feira, 1 de dezembro de 2010 -  "E A ARAPUCA VAI SE FECHANDO..." - Não é possível ser justo na cidade injusta. Vale(u) a pena repetir? Capricha na faxina (livre arbítrio?) por que é a única melhor coisa que você vai poder fazer com o que resta do nosso concedido e manipulado livre arbítrio. Corre com ela porque o portão de saída está se fechando mermo. Aperto o cinto, mermo. A velocidade do transcendente vai disparar no próximo semestre. Mermo! Estão cercando o urso e não sei se o dragão vai socorre-lo. De qualquer forma estamos todos bem fodidos nesse forró da gostosona de chemtrails combinados com haarps e outros lixos "livre arbítrios"... 

Num vai vortá otro dia? Copa do mundo? Antão inté!... Num qué tomá uma pinga antis di saí, o cachorro tá sorto mas tá distraído com o cio da cadela do vizim... Qué pur qui qué... A perseguida um tá nem aí pra livre arbítrio... Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato.

SÓ PARA NÃO ESQUECER (de faxinar): POLÍTICOS, MUNDIALMENTE, TODOS, INCLUSIVE OS "BRASILEIROS", ESTÃO AÍ PARA NOS DAR A ILUSÃO QUE TEMOS ESCOLHAS (livre arbítrio?) senzalados neste escravismo travestido. 

A TELEVISÃO PROGRAMA VOCÊ (livre arbítrio) juntamente com toda esta parafernália eletrônica de ELFs, ULFs, H.A.A.R.P.s, para fazer o que ELES querem que você faça; desde antes do seu nascimento e ao longo de sua vida, 24hs por dia. Livre arbítrio, se ficar o bicho pega, se correr o bicho come...

Implantam e fazem a manutenção de "programas" de auto-sabotagem e alegre aceitação da sua invisibilizada escravidão.

quinta-feira, 1 de maio de 2014

Eu não acredito em livre arbítrio...


O livre arbitrio visto do alto.
Eu não acredito em livre arbítrio por que ele não existe... Sei que não é simples assim... Mas, é assim que é!

E ponto final? Talvez, depende das escolhas... Depende das crenças... Depende do depende... Então cadê o livre arbítrio, o "free will"?

Quando o caminho está claro não há escolhas.

Dependemos de escolhas. Das mais espertas às mais idiotas. Há milênios... Muitos são os aparentes caminhos traçados nas induzidas escolhas neste labirinto do nada que nos levam ao mesmo recomeçar o mais do mesmo... É uma montanha russa que depois de muitas emocionadas voltas passa e repassa pelo mesmo lugar. O homem nunca mais foi a lua, deu por visto o que ninguém nunca viu. Fincar bandeira é uma. Escolheu mudar de brincadeira.

As escolhas são nossas memórias se repetindo infinitamente. A televisão entulha a mente embotada de bananas e pra frente brasil salve a seleção. Perguntem aos sumo sacerdotes... Ancestralmente inoculadas(os) em nossos subconsciente, não para um "free will" qualquer, mas, para um "free will" bem determinado e muito bem condicionado pelo sumo da casa grande na sacerdotal formatação das "n" senzalas, imundos em mundos universos afora. Piada? A justiça é feita de leis injustas. 

Só podemos escolher entre tudo o que vemos, ou supomos ver e ouvimos ou compreender o que sentimos sem clareza. Uma criança tem "free will" para escolher entre peito, mamadeira e chupeta? O negócio Mãe é um grande fornecedor de nutrientes lácteos, sem rótulo ou marca registrada, nem prazo de validade e comprovação científica como exigem da auto-hemoterapia os canalhas hipócritas far mafiosos vendedores dos remédios dos remédios infinitos. Vacinas são excelente meio para depopulação disse Bill Gates... E ninguém diz nada?

Mansões e piscinas navegando aviões, iates e carrões. Abduzidos e desconectados. Desta vez sumiram com piloto e avião... Autofágica Geia.

Cinco sentidos e três dimensões drogadas até a alma. Muito mixuruca esta ideia de livre escolha condicionada ao que nos permite continuar vivos ou mortos. Dragões não morrem nunca... Existir ou não existir, nem é a geleia em questão. Ser ou não ser também tanto faz se não se sai do labirinto do nada em escolhas viciadas como as roletas oficiais. Fazem fila pra dar dinheiro aos eleitos desgovernantes. Fica tudo como está depois de esquenta que lá vem banana. Não é uma escolha feita pelo livre arbítrio, esta "nossa" vida de macacos sapiens. Empurram-nos bananas pelos anos novos e velhos na medida em que escolhemos pelos sentimentos que conseguimos racionalizar conforme nos doutrinam do útero ao velório. Aceitamos conformados bananas enormes para o bem do nosso livre arbítrio. Um dia seremos também canonizados... Sem alma.

O suicida tem livre arbítrio de escolher entre a felicidade que não pode vivenciar e a ideia de um hipotético salvar-se do extremo sofrimento pela extinção de "sua" consciência. Viva? O nosso Ego é um zumbi interpretando doutor Jacilei e ou o monstro Brian... É por isso que as drogas, todas, fazem tanto sucesso... Amenizam o sofrimento que nos fariam suicidar infinitamente. Reencarnação pode vir a ser uma oportuna loucura. 

Depois do enterro do "Morrido" aparecem os anticépticos reacionários raciocínios julgadores do não ter sabido, o suicida, enfrentar com galhardia as torturas que o levariam suportar o "desejoso" suicídio, e a beleza da vida eterna. Pimenta nos olhos dos outros nunca foi refresco. Perguntem aos torturadores.

Tô quase concluindo que a Laura foi abduzida, reformatada e devolvida aos fake books e outras idiotices internéticas muito bem engendradas pela velha CIA de todas as velhas e novas guerras... Livre arbítrio? Vai saber!?! Né mermo!?! Deixa pra lá...

Pensemos se não é mais fácil escolher quando não há desejo de escolha. Se não houvesse desejo. Pão, circo e relho. Aceitação do que nos é imposto. Desde eleições e vacinações até religiões e caveirões ordenadores dos insurretos "livre arbítrios" senzalados. Balas perdidas teleguiadas. Pegou esta livre escolha entre obedecer ou se foder nos pelourinhos das milenares Guantánamo planetárias?? 

Livre arbítrio entre bananas e bananas... Muitas são as espécies de bananas e macacos, mas todos serão bananas ou macacos de muitas espécies... ou não? Podres... Lixo é lixo para quem não é catador no lixão da vida lixo da infindável escravização dos humanos por todos os inumanos viventes nesta 3D de elementais e outras invisibilidades extraterrestres. Poderes...

Pirei não! É que quem não tem colírio escuro usa óculos surdos. Somos todos macacos desta nova ordem mundial dos mesmos todos papas em novas embalagens. Livre escolha... Em láureas cabeças formatadas pelo mesmo do mais de casa grande e senzalas for ever and ever infinitamente. Qual... Haja paciência para faxinar poeira no deserto, enxugando geleiras e "icebergs" de memórias recicladas como latinhas de alumínio em tempo de fajuto aquecimento global na nova idade do gelo de chemtrails de terremotos e maremotos fukushimas harrps


Related Posts with Thumbnails